Para além de toda a doçaria que tenho para fazer, tenho muito mais pratos salgados que fazem parte do meu cardápio mas por vezes faço-os tão à pressa para comer num instante antes de tratar da bébé ou de ir trabalhar ou de fazer isto ou aquilo que nem tenho tempo para escrever sobre eles.Uma pena… Mas isso vai mudar,não se preocupem!

Os meus pratos vão ser sempre simples e pratos que vocês vão dizer ” mas afinal isso é só isso?”. Não sou cozinheira gourmet mas gosto de colocar amor e dedicação quando vou empratar. Não sou especialista de técnicas de cozinha ou de medidas ( acreditem… para mim é um esforço ter que escrever receitas com medidas quando normalmente faço quase tudo a “olho” e por vezes também corre ( muito!) mal…) mas gosto de misturar sabores e texturas pois acho sempre uma mais valia. Misturadas são sempre rápidas e super nutritivas! 🙂

Não sabia ao certo como chamar esta receita. Caril parecia-me exagerado dado que eu não sou muito fã do caril mas sim por sua vez sou louca por açafrão, canela e gengibre. Mas a algo que junte especiarias, nomeadamente caril, açafrão e leite de côco seria sempre muito semelhante ao caril e mais fácil de ser “captado” e então assim ficou! Apresento-vos o meu “caril” de grão!

Desde que descobri os germinados e as vantagens da aquafaba que o grão de bico é um dos alimentos que mais fazemos aqui em casa. A minion adora utilizar os seus pequenos dedinhos para apanhar aquelas bolinhas mágicas e come-las. Fonte de proteína vegetal, ferro tão essencial nesta fase e minerais, especialmente o magnésio, faz deste alimento um excelente aliado na nossa alimentação. Para que o prato dê para os adultos e para a baby costumo não colocar sal e depois, os adultos, colocam o sal directamente no prato a seu belo prazer.

Este prato é tão simples e rápido como reconfortante e para quem gosta de especiarias, é claramente um vencedor com todos os sentidos a despertarem. Para poupar tempo nós germinamos antes o grão e já o temos cozido na elaboração do prato. Como gosto de utilizar a aquafaba para outras receitas como esta aqui normalmente germino e depois cozo. Aqui em Angola a germinação é ultra rápida dado o ambiente o que facilita a elaboração dos pratos!

A base de grão e de arroz pode ser depois completada com os vossos legumes preferidos. Caso não gostem de brócolos ou de cogumelos, podem utilizar o que quiserem! Esse é sempre o lema das minhas receitas, criar bases versáteis que possam ser ajustadas ao gosto de cada um!

Sim, é bem simples e de tão simples que é decidi não me alongar mais na descrição. Vão já para a cozinha experimentar e depois digam-me como correu!

Faz a receita e partilha as tuas sugestões com #easytoliveblog. Segue o nosso Instagram ou Facebook e não percas pitada das novidades.

Podes sempre partilhar com amigos as tuas ideias favoritas e seres surpreendido ou surpreender um dia destes! Aproveitem a inspiração.

Easy to make, easy to eat!:)

Imprimir Receita
Caril de Grão
O grão de bico pelas suas propriedades tornou-se um dos meus pratos preferidos, seja em semente ou em farinha. Este prato é bastante rápido e simples mas não deixa de ser nutritivo e tão delicioso. Faz várias vezes parte da minha ementa semanal.
Refeição Main Dish
Cozinha Vegan
Tempo Preparação 15 min
Tempo Cozedura 10 min
Tempo passivo 30 min
Doses
2 pessoas
Ingredientes
Refeição Main Dish
Cozinha Vegan
Tempo Preparação 15 min
Tempo Cozedura 10 min
Tempo passivo 30 min
Doses
2 pessoas
Ingredientes
Instruções de preparação
  1. Fritar o alho em azeite e depois fritar o arroz. Uso uma proporção de 1 chávena de arroz para 2 de água, Deixar ferver e cozinhar durante 10 min.
  2. Alourar meia cebola numa frigideira e colocar o grão de bico já cozido e germinado (podem usar o de lata já escorrido). Refogar e adicionar o leite de coco e as especiarias. Deixar apurar uns 5 min.
  3. Colocar os brócolos e os cogumelos, ficando ao lume até estarem cozinhados.
  4. Empratar e aproveitar! 🙂
Recipe Notes

O arroz selvagem e integral demora um pouco mais a cozer, por isso se alterarem o tipo de arroz rectifiquem os tempos de cozedura provando e verificando se já está ao vosso gosto. Confesso que não gosto do arroz demasiado cozido...