Quem já?  (Isto quase dava vários post num só, dado que nesta coisa da maternidade o “quem já?” encaixa-se na perfeição em todas as mães mais que imperfeitas (e felizes!).

No entanto, apesar de (só!) terem passado 5 meses desde que a bombinha está cá fora, confesso que já sinto saudades da minha barriga e de a sentir a desenvolver-se dentro de mim.

Às vezes não sei se tenho vontade que ela volte para a barriga ou se tenho vontade de estar grávida novamente. Confesso que é inigualável a experiência e pelo menos para mim, apesar de todos os altos e baixos, foi uma fase tranquila e muito bonita.

Não deixei de fazer nada até ao último dia. Sempre me mexi super bem, sempre consegui dormir muito (deve ser para compensar a falta de horas de sono agora…) mas tive que recorrer à osteopatia para me aguentar, confesso.

Como todas as mães fiz sessões de fotografia da minha barriga, mas que não foram as convencionais.

Tenho dois grandes amigos e excelentes fotógrafos, que me tem acompanhado a vida toda e que me prepararam duas sessões, muito distintas entre si, mas muito apaixonantes..

Tiago Xavier ( ver contacto) : Conheci o Tiago no tempo da faculdade e desde cedo quiz que ele me fotografasse. Fizemos grandes trabalhos juntos e não fazia sentido nesta fase tão especial não recorrer a ele. Aliás, julgo que das primeiras coisas que tinhamos “acordado” é que um dia que engravidasse seria ele a fotografar-me.

O estilo dele é muito clean e cinematográfico. A nossa sessão foi em estúdio mas poderia ter sido ao ar livre que teria sido igualmente fantástica, confortável e original. Nesse dia o tempo estava chovoso e optámos por ir para o estúdio explorar vários visuais e posições. As fotografias são carregadas de cor e movimento, são divertidas com um misto de glamour e sensualidade tão característico dele.

Após cada disparo ou muda de roupa senti-me sexy neste novo corpo que afinal de contas era meu e que tinha o melhor de mim lá dentro. Como sempre, o Tiago fez-me sentir super à vontade e fez-me soltar a modelo fotografica que há em mim (e que ele sempre acompanhou)!

Ana Pastoria ( ver contacto): Conheço a Ana desde que sou pequena pois erámos vizinhas. Tinhamos as duas cães que se odiavam e talvez por isso nós fossemos tão amigas. Partilhamos de tudo um pouco, até o inicio da paixão da Ana pela fotografia. Recordo-me bem das primeiras fotos que fizemos no meu quarto a saltar em cima da cama.

A Ana tem um estilo muito mais romântico, informal e intimista. As fotografias acontecem sem darmos por isso no meio de uma conversa.Eu falava sobre como a minha maior prenda tinha surgido na minha vida e os momentos foram captados entre palavras,sorrisos e muita emoção. Quase que nao damos pela sua presença parecendo que entramos num diálogo com a nossa barriga.Não há cenário ou poses ou mudas de roupa. Há simplesmente um estar, respirar e sentir.O resultado são fotografias deliciosas que se falassem contariam certamente uma linda história de amor.

 

Esta recordação foi sem dúvida um “must have” pois confesso que com o tempo a passar e com o nosso corpo a mudar (tanto e tão depressa) é muito giro olhar para as fotografias e sentir tudo o que senti ao tirá-las.

Assim sempre que tenho saudades da minha barriga posso ir lá espreitar e lembrar-me quase do cheiro dessa altura.

Quem já sentiu isto passado tão pouco tempo?

Conselho: Aproveitem tudo. Parece cliché mas acreditem que passa a correr e dá saudades.

Eu era daquelas que achava que não ia aguentar esperar pelos 9 meses. Esperaria o dobro se preciso fosse…Quer dizer… O dobro não que depois já custa uma pessoa se mexer pelo peso e também custa a ansiedade de conhecermos o melhor do nosso Mundo! <3

Gostaram do nosso artigo? Partilhem as vossas experiências com #easytoliveblog e com amigos. Sigam o nosso Instagram ou Facebook e não percam pitada das novidades, que vão ser sempre muitas.

Make it easy & be a happy mom!:)